Memória

    Saiu a escola, entrou a biblioteca, ficou a saudade! 

                         

A Biblioteca Nelson Ferreira Pinto funciona em prédio construído no lugar em que ficava uma escola estadual tombada pelo patrimônio histórico do Estado e arrasada pela inundação de Janeira de 2010. A construção é moderna, mas seguiu as linhas arquitetônicas tradicionais que levaram o centro histórico a ser tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A biblioteca foi construída pela Secretaria da Cultura do Estado, em parceria com a prefeitura, e agora é mantida mantida pela administração municipal. Com 930 m2 de área construída, o novo espaço cultural tem auditório para 90 pessoas, sala de leitura e um elevador. O acervo tem 2,4 mil livros e computadores à disposição do público.

Os três pavimentos foram pensados de acordo com as atividades oferecidas pela biblioteca, como salas de leitura, de oficina e de acervo. O projeto, elaborado pela equipe técnica da Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico da Secretaria, reocupou o espaço que a inundação transformou num grande vazio.

Embora a importância e utilidade da biblioteca seja indiscutível, o projeto levantou uma polêmica entre os munícipes, porque em nada lembra o prédio anterior. Segundo os responsáveis pelo IPHAN, como o imóvel original foi totalmente destruído, não seria possível erguer uma “réplica” do original, porque o valor histórico foi perdido e o novo prédio seria um “falso prédio histórico”. Porém, os munícipes questionam se a regra é válida tambem para as igrejas Matriz de São Luis de Tolosa e Nsa Sra das Merces, as quais tambem foram devastadas e reconstruídas com técnicas modernas, porém, mantendo suas características originais.

Aos Luizenses mais antigos, principalmente aqueles que estudaram na saudosa escola estadual, fica a saudade....

 

Compra Antecipada!

Reserve com pelo menos 60 dias de antecedência e obtenha 12% de desconto.

Diárias a partir de

R$ 514

em até 10X

Ver Detalhes

São Luiz do Paraitinga, do natural ao cultural

O que fazer em São Luiz do Paraitinga, a mais brasileira das cidades paulistas? Do natural ao… ...

Saiba Mais

Serenata

Noites de serenata em São Luis do ParaitingaNa segunda metade do século XIX uma grande onda… ...

Saiba Mais

Memória

    Saiu a escola, entrou a biblioteca, ficou a saudade!         … ...

Saiba Mais
Ver mais notícias